Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Delegação de Castanhal participa da Etapa Estadual dos Jogos dos Institutos Federais 2017

  • Publicado: Terça, 27 de Junho de 2017, 21h31
  • Acessos: 404

Mais do que uma competição, um momento de integração. Assim podemos definir os Jogos dos Institutos Federais (JIFs), que neste ano de 2017 teve sua etapa estadual sediada nas cidades de Belém e Bragança, reunindo 350 alunos de vários campi do IFPA, em 11 modalidades esportivas.

No domingo, 18, os alunos do Campus Castanhal participaram no Mangueirão, em Belém, das provas de pista e de campo do Atletismo, conquistando medalhas em diversas delas, como corrida e salto em distância, desempenho que rendeu o troféu de campeão geral na modalidade. Na avaliação do chefe da delegação do campus, o professor Kley Wanzeler, “a experiência de participação nos jogos é satisfatória não só pelo que os alunos puderam vivenciar, como o espírito de cooperação e o intercâmbio com as delegações dos outros campi. Classificamos de antemão três alunos para a etapa regional no atletismo, mas ainda irei convocar mais cinco alunos, caso seja aprovada a proposta de aumentar o número de vagas, com isso seriam oito alunos de Castanhal participando na modalidade atletismo”.

O aluno Eduardo Clemer Barata, que participou dos jogos pela primeira vez, fala que foi uma experiência muito gratificante, embora o desempenho nas modalidades coletivas não tenha sido tão positivo, “tivemos muito sucesso nas modalidades individuais como o atletismo, que me possibilitou participar de um regional. Trouxemos de Bragança um espírito de equipe e acendeu a vontade de ganhar um JIF”.

Em Bragança, de 19 a 24 de junho, foram realizadas as competições coletivas, onde o IFPA Castanhal esteve disputando o vôlei de praia masculino e feminino, voleibol masculino, futsal feminino e masculino e futebol de campo masculino. Os alunos foram ao pódio no vôlei de praia, conquistando o bronze na prova masculina e também na feminina.

Sobre sua vivência nos jogos, Lucas Nascimento dos Santos conta que desde as seletivas para compor a equipe que participaria das provas começou “a se esforçar mais ainda, não só no futebol e no futsal, mas também na parte acadêmica”. Outra experiência que o aluno destaca é que “com o evento conseguiu conhecer outras pessoas e até mesmo pessoas da nossa delegação que não tinha contato antes hoje tenho, a partir do JIF, além de competição a gente agora tem um espírito de amizade, o que é muito legal”.

Esse esforço e mobilização dos alunos desde as seletivas, das etapas de formação e preparação das equipes, também são destacados pela professora Shirley do Nascimento, pois “nossos alunos são informados do compromisso institucional, da necessidade de buscarem um bom desempenho escolar, desenvolverem comportamento satisfatório nas suas relações de convivência, passarem a serem colaboradores nos eventos acadêmicos, somando com a instituição, ampliando as experiências no IFPA. Essa etapa anterior ao JIF possibilita que sejam despertados alguns valores de equipe e organização, uma vez que essa experiência em equipe demanda nossos processos e valores”.

Acima de tudo, os jogos servem como uma grande confraternização esportiva, de encontro entre a comunidade do IFPA e precisa ser reconhecido como espaço formativo, já que “alunos da mesma delegação começam a compreender o vínculo institucional, não somente em representar seu campus, mas em honrar os colegas da própria equipe, assim ao mesmo tempo que se reconhecem como grupo, reconhecem os outros e se compreendem como rede, pois o JIF não acontece somente nas quadras, mas para além delas: nos corredores, nas arquibancadas, nas escolhas entre as torcidas, nas afinidades construídas, na oportunidade de conhecer novos lugares e ter acesso ao conteúdo cultural que também se faz presente entre as delegações. O JIF faz com que nossos alunos vivenciem diversas emoções ao mesmo tempo e que possam olhar para si e para o outro, reconhecer suas habilidades e valores como seres humanos”, finaliza a professora.

 

Texto: Rossana Enninger - ASCOM IFPA Castanhal

VEJA MAIS FOTOS. Clique aqui.

registrado em:
Fim do conteúdo da página